AMBIENTE / MIGRAÇÕES / PERSEGUIÇÕES / PAZ - O MUNDO ESTÁ SEMPRE EM EVOLUÇÃO!

AMBIENTE / MIGRAÇÕES / PERSEGUIÇÕES / PAZ - O MUNDO ESTÁ SEMPRE EM EVOLUÇÃO!

Esta EVOLUÇÃO não é um ato aleatório, mas o resultado das regras de funcionamento do Universo, e das intervenções dos seus habitantes. As alterações que constatamos não são «Obra do Acaso», mas o resultado das ações verificadas. Cada ação provoca uma reação.

Com efeito, e sendo o homem um ator, alegadamente desenvolvido, da NATUREZA, as suas ações podem ser desastrosas ou salvadoras. Todos ouvimos falar, ou sentimos, inundações, secas, guerras, fomes, perseguições, migrações, etc., e pensamos, «isto não é comigo» é «com eles». Em nosso entender não é assim, o comportamento de cada um de nós interfere na interdependência Universal, por esse fato, cada um de nós, habitante do Planeta Terra, tem de estar consciente do que se passa à sua volta e, para isso, necessita de estar informado e de analisar as informações que lhe chegam e procurar fontes de informação credíveis. 

Vejamos algumas fontes de informação - (Os leitores ajuizarão da sua credibilidade)

ONU - Organização das Nações Unidas:
OBJETIVOS de DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

[Uma] Ambiciosa nova agenda pretende acabar com a pobreza até 2030, e promover uma prosperidade económica universalmente compartilhada, desenvolvimento social e proteção ambiental

Os 193 Estados-Membros das Nações Unidas chegaram a acordo sobre o documento final que constituirá o novo cronograma de desenvolvimento sustentável ... O Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon saudou o acordo, dizendo que "engloba, uma agenda universal,  transformadora e integrada que anuncia uma viragem histórica para o nosso mundo."
"Esta é a Agenda do Povo, um plano de ação para acabar com a pobreza em todas as suas dimensões, de forma irreversível, em todos os lugares, e não deixando ninguém para trás. Destina-se a garantir a paz e a prosperidade, e estabelecer parcerias com as pessoas no coração do planeta. Os integrados, interligados e indivisíveis 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são os objetivos das pessoas e demonstram a escala e ambição de universalidade Esta Nova Agenda ".

Ler texto completo.

World Resources Institut:
O Acordo de Paris: Ponto Decisivo para uma Solução Climática

... O dia de hoje marca um ponto histórico decisivo na ação global com relação à mudança climática. Durante a Conferência do Clima das Nações Unidas em Paris, 196 países se uniram no Acordo de Paris, um pacto universal que coloca o mundo em direção a um futuro sem emissão de carbono, adaptável, próspero e justo. Apesar do Acordo por si só não conseguir solucionar o problema, ele nos coloca no caminho certo para uma verdadeira solução global.  
Com base nos planos climáticos nacionais de 186 países, o Acordo de Paris é um reflexo do extraordinário impulso de cidades, empresas, grupos da sociedade civil e outros que complementa a disposição global de agir que tem crescido ao longo dos anos, desde a primeira conferência internacional sobre a mudança climática em 1992.
O Acordo de Paris manterá e acelerará esse impulso. Ele oferece orientação clara, por meio de:

  • metas e sinais de longo prazo,
  • um compromisso de voltar regularmente, para fortalecer ainda mais a ação climática,
  • uma resposta ao impacto de eventos climáticos extremos nos mais vulneráveis,
  • a transparência necessária para garantir que medidas sejam tomadas, e
  • recursos financeiros, reforço da capacidade institucional e tecnologia para permitir uma mudança real. 

Mas o Acordo vai além: ele marca um novo tipo de cooperação internacional na qual países..... 
Ler texto completo.

Christian Aid:
O acordo de Paris augura um novo amanhecer

12 de dezembro de 2015 - A  «Christian Aid»  saúda o Acordo Climático de Paris como uma nova era, que tem o potencial de transformar a economia global para enfrentar a mudança climática.
Mohamed Adow, Assessor Clima sénior da Christian Aid afirmou: "Pela primeira vez na história o mundo inteiro assumiu  um compromisso público de reduzir as emissões de gases de efeito estufa e lidar com os impactos das mudanças climáticas. Embora os diferentes países se irem mover em velocidades diferentes, a transição. para um mundo de baixo carbono é agora inevitável. Os governos, investidores e as empresas devem ir ao sabor dessa onda ou ser arrastados por ela.
"As negociações foram longas e muito disputadas, mas o resultado é um acordo que dará início a uma nova era de políticas de clima, conscientes. A era dos políticos que enterram a cabeça na areia já passou.
"Este é um acordo histórico e o culminar de uma caminhada que o mundo iniciou há quatro anos. O bebé concebido em Durban nasceu agora. Como qualquer criança precisa ser alimentada para que cresça mais forte ao longo do tempo. Caberá aos governos nacionais garantir que isso aconteça.
Ler Texto Completo
 

«El Pays» -  MANUEL Planelles Madrid 14 DIC 2015:
A instalação de energia limpa deve duplicar nos próximos 15 anos

O acordo de Paris sobre a mudança climática impulsiona as renováveis / A instalação de energia limpa deve duplicar nos próximos 15 anos
MANUEL Planelles Madrid 14 dez 2015 - 21:14 CET - «El Pays»
"Os mercados já têm um sinal claro", sublinhou o Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon, logo após a aprovação do acordo de sábado, em Paris, sobre a mudança climática. As empresas baseadas nas renováveis subiram, na segunda-feira, nas bolsas. A energia Solar e Eólica devem crescer significativamente para cumprir os objetivos do acordo climático. A Agência Internacional para as Energias Renováveis (Irena) calcula que, para satisfazer o mandato de Paris, há que duplicar a instalação de fontes limpas nos próximos 15 anos e um investimento anual de 900 mil milhões de dólares até 2030.

O acordo foi aprovado no sábado por 195 países - a imensa maioria dos governos do mundo - inclui entre os seus três objetivos principais aumentar "fluxos financeiros" para obter um desenvolvimento baixo em "emissões de gases de efeito estufa". Fatih Birol , chefe da Agência Internacional de Energia (AIE) , falou em discurso na Cimeira de Paris na ...

Ler Texto Completo

Cidade do Vaticano, 13 dez 2015
Francisco pede que comunidade internacional prossiga na defesa do ambiente e das populações mais vulneráveis

Saudação do Papa Francisco, perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro depois da recitação da oração do Angelus:
«A conferência do clima acaba de terminar em Paris com a adoção de um acordo , por muitos chamado histórico. A sua implementação exigirá um compromisso concertada e generosa dedicação por cada um. Esperando que é de especial atenção para as populações mais vulneráveis​​, exorto a comunidade internacional a continuar o caminho traçado prontamente, em sinal de solidariedade que se tornará cada vez mais ativa.»
Vaticano - Nota de Imprensa

dezembro 2015