CRISES de IMIGRAÇÃO / A perspetiva de Noam Chomsky

Noam Chomsky e as «Crises de Imigração»

No sábado, 5 de novembro deste ano de 2016,  Noam Chomsky apresentou no «Palau de Congressos de Catalunya», em Barcelona, a palestra «Crises of Immigration» [Crises da Imigração]  no quadro do programa "Annual Guest Lectures of the UNU Institute of Globalization, Culture and Mobility (UNU-GCM)". 

Esta palestra de Chomsky, é deveras notável, ao analisar a questão das migrações, contextualizando a situação dos dias de hoje, no movimento global de grupos humanos nos tempos modernos, e o papel dos chamados países ocidentais, e dos EUA em particular, no período do pós II Guerra Mundial.

Na perspetiva do orador, o que é preciso analisar são, não só, as situações concretas dos dias de hoje, mas também as suas causas, e a responsabilidade das chamadas «Grandes Potências».

Entende também, Chomsky, que o futuro previsível não é animador, pois que outras razões, que não a guerra, estão no nosso horizonte, como seja as previsíveis catástrofes provenientes, por exemplo, das agressões ambientais.

Refere o orador, citando as palavras do Papa Francisco, que «Os migrantes não são o perigo. Eles estão em perigo», e que cabe «aos países ricos» em colaboração com os outros, «cuidar da Casa Comum».

Em nossa opinião há que considerar também, nomeadamente na questão do ambiente, outras potências, como seja, a Rússia e a China, além dos EUA e seus aliados.

Aqui disponibilizamos uma tradução da "Comunicação" de Chomsky, para que os nossos leitores possam refletir sobre o tema, e avaliar das «raízes» das migrações, e tomar uma posição.

Caso pretenda aceder ao texto em inglês, pode fazê-lo AQUI