DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO - Que Estratégia para Portugal?

ACTO DE CONSTITUIÇAO OFICIAL DO FORUM

O acto de constituição oficial do Forum Abel Varzim – Desenvolvimento e Solidariedade, foi um acontecimento ímpar na vida da Associação. Assistiram ao acto cerca de 400 pessoas, destacando-se entre os presentes D. João Alves, bispo de Coimbra e presidente da Conferência Episcopal, D. Manuel de Almeida Trindade, bispo emérito de Aveiro e D. Januário Torgal Mendes Ferreira, secretário da Conferência Episcopal.

O período de manhã foi preenchido com as saudações de D. João Alves e de Manuel Alpiarça (pelo Forum Abel Varzim), e um testemunho de Eng.º Sidonio Paes, e outorga da escritura notarial. Depois do almoço-convívio, decorreu uma conferência subordinada ao tema

                                                             «Desenvolvimento Solidário: Que estratégia para Portugal?»

em que foram oradores o Dr. Mário Soares, Dr. João Salgueiro e o Eng.º Alfredo Bruto da Costa.
Seguiu-se uma evocação e Homenagem ao padre Abel Varzim, tendo a sessão terminado com um acto vivo e participado pela assistência denominado "A Solidariedade como reposta às desigualdades económicas e sociais".

De referir que esteve patente uma exposição documental alusiva ao padre Abel Varzim.

D. João Alves, Bispo de Coimbra e Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, encerrou os trabalhos da manhã do ato de constituição notarial do Forum, dirigindo aos participantes, de improviso, as seguintes palavras:

Vim aqui muito contente e feliz porque me podia deliciar com o que ia ver e ouvir. Foi-me pedido, contudo, que dissesse algumas palavras. Quando se fala do coração não é difícil proferi-las.

Há uma meditação que eu gosto de fazer de vez em quando acerca da cena do semeador. É bonito ver semear, porque nesse gesto do lançar da semente à terra que se preparou, vai coração, esperança, projeto, alegria e sofrimento. Em todos esses trabalhos, como diz a palavra do salmo, vai alegria por tudo isto que envolve o ato de semear. Durante algum tempo eu pude assistir ao ato de sementeira, na medida em que me deram a alegria de me pedir que estivesse presente no seminário de Fátima. Mas é também muito belo ver que a semente é capaz de vencer a dureza do terreno, aparecer, entrar no grupo dos vivos, ao lado das outras plantas, a caminho da sua realização.

Eu pude, como disse, assistir à primeira fase, da sementeira, e dou-me por muito feliz, como Bispo, como amigo de todos vós, que pude voltar a ver. E em nome da Conferência Episcopal tive também a alegria de assistir a este nascimento. Também aqui é belo nascer.

E agora outra imagem que é muito familiar do geral que aqui está, quando a criança nasce (os vossos filhos, lembrai), que sonhos, que projetos no vosso coração e na vossa inteligência.

E os conhecidos e amigos que chegaram, que vão chegando, vão desejando, vão fazendo votos. A criança nasceu, está redigida a ata do seu nascimento. Se cada um de nós falasse fazia os melhores votos - que em nome dos Bispos eu também faço - que tudo aquilo que de grande e de belo foi sonhado e projectado se venha a concretizar para o Forum. Que este seja visto e entendido como um servidor do Evangelho no coração e na inteligência do nosso povo, da nossa comunidade nacional.

Os votos que fazemos é que tudo isso se realize. Que as mãos dadas de hoje, neste momento belo de alegria e de esperança, se não soltem perante dificuldades, obstáculos ou diferenças, susceptíveis de surgir e de dificultar a caminhada.

São estes os votos que trago. O nascimento foi feliz, o menino é belo, demonstra boa saúde, começa a ter já ideias e projetos.

Longa vida! Longa vida!

Para Ver Conferências siga as ligações acima